Cuca pediu para sair, diz presidente do Palmeiras

Presidente do Palmeiras revelou que o ex-treinador pediu para sair.

Por
Compartilhe

Com o anúncio da saída do treinador Cuca frente à comissão técnica do Palmeiras, na última sexta-feira, a direção do verdão passou a ser pressionada para prestar declarações quanto ao caso. Então Maurício Galiotte - presidente do clube, participou de uma entrevista coletiva na sede do clube para dar mais detalhes sobre a demissão do técnico e também comentar sobre a atual situação do time.

Segundo o mandatário do Palmeiras, a decisão de sair partiu de Cuca após o empate em 2 a 2 para o Bahia, pela 27ª rodada do Brasileirão.

Maurício Galiotte - Presidente do Palmeiras.Maurício Galiotte - Presidente do Palmeiras.

“Logo após a partida, o representante do Cuca nos procurou dizendo que ele estava desgastado e próximo de seu limite. Nós conversamos um pouco sobre o assunto e, em nosso entendimento, a situação era muito semelhante. Em comum acordo, nós decidimos pelo encerramento do ciclo, sempre respeitando demais o profissional”, declarou Galiotte. 

Leia também:

Durante a entrevista, o presidente do Palmeiras também aproveitou a oportunidade para agradecer o serviço prestado pelo ex-treinador, disse que o nome dele estará na história do clube e lamentou que o grupo de jogadores não tenha conseguido repetir o mesmo desempenho do último ano, quando o Palmeiras se sagrou Campeão Brasileiro sob o comando de Cuca:

“Chega um momento que os ajustes são necessários, e é isso que estamos realizando neste momento, agradecemos ao nosso ex-treinador por tudo, seu nome estará para sempre na história do Palmeiras. No ano que vem, com toda a estrutura, vamos ter um time mais competitivo. Não podemos considerar um ano positivo porque não foi, mas estamos ainda na briga pelo G-4, uma vaga para a Libertadores. Isso já passa a dimensão do planejamento e onde queremos chegar. Queremos continuar com condições de sermos protagonistas e capazes de novas conquistas”, afirmou o presidente do Verdão.

Após o comunicado da saída de Cuca frente ao comando técnico do Palmeiras, o nome de Mano Menezes apareceu forte para assumir o time na próxima temporada. No entanto, Galiotte não confirma tal informação, desconversando sobre o assunto e reiterando que Alberto Valentim, auxiliar técnico do clube, comandará a equipe até o final da temporada:

“Vamos tratar a respeito desse assunto no momento certo. Até segunda ordem, o técnico do Palmeiras a partir de agora é o Alberto Valentim”. Finalizou ele.

E o Palmeiras sob o comando de Alberto Valentim se deu bem neste último domingo, ao derrotar o Atlético-GO fora de casa pelo placar de 3 a 1 pela 28ª rodada da Série A e assim permanecer no quarto lugar na tabela de classificação com 47 pontos.

 

Comentários