Um dos principais nomes da lateral-direita no futebol sul-americano, Gonzalo Montiel será um dos principais nomes da próxima janela de transferências. Com apenas seis meses restantes de contrato com o River Plate e ainda sem nenhum princípio de acordo pela renovação do seu contrato, o jogador está livre para assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe, de graça, de acordo com a regra da FIFA.

E, pensando em fortalecer ainda mais o elenco que se sagrou campeão da Copa Libertadores da América. Sem nenhuma evidência de saída do técnico Abel Ferreira, o Palmeiras já trabalha com o técnico português, avaliando alvos, principalmente no mercado internacional.

Prioridades do Palmeiras no mercado de transferências

O Palmeiras tem duas grandes prioridades de contratação para o mercado internacional: um lateral e um atacante. Para a lateral, o Verdão entende que Montiel seria a contratação perfeita, mas extremamente valorizado e alvo de clubes europeus, a diretoria palmeirense entende que os termos de avanço são bem difíceis.

Destaque do River, Montiel é avaliado pela diretoria do Palmeiras. (Foto:Reprodução)
Destaque do River, Montiel é avaliado pela diretoria do Palmeiras. (Foto:Reprodução)

No setor ofensivo, de acordo com informações publicadas pelo site GE, o nome preferido é Valentín Castellanos, do New York City FC, dos Estados Unidos. Tido como grande promessa, o atacante está sendo monitorado pelo Departamento de Análise de Desempenho do Palmeiras. Outro nome que está sendo observado é do meia Agustín Palavecino, que pertence ao Deportivo Cali.

Um chega, outro sai: O discurso do Palmeiras no mercado

Mesmo avaliando vários nomes, como os citados acima, o Palmeiras tem um objetivo claro: Antes de realizar qualquer contratação, será necessária a saída de um do atual elenco. No caso de uma possível vinda de Montiel, o interesse palmeirense só irá avançar caso o clube consiga negociar Mayke ou Marcos Rocha. Neste cenário, o uruguaio Viña é tratado como inegociável.

Antes disso, o Palmeiras se volta para o fim da temporada 2020. Com o Mundial de Clubes e as finais da Copa do Brasil ainda no calendário, o Palmeiras só pretende fazer movimentações significativas após o fim da atual temporada.