A nova onda de COVID-19 no Palmeiras continua gerando grande dano ao clube. Depois de divulgar um altíssimo número de casos nas últimas semanas, nesta sexta-feira, a assessoria do clube divulgou mais 5 casos positivos da doença no elenco principal.

Willian, Raphael Veiga, Aníbal, Breno Lopes e Alan tiveram teste positivo para o Coronavírus em teste realizado entre quarta (18) e quinta-feira (19). Ainda de acordo com o clube, os jogadores já estão em total isolamento e estão sob acompanhamento dos médicos do Palmeiras.

Na última partida do time, diante do Ceará, pelas quartas de finais da Copa do Brasil, o Palmeiras já não pode contar com Viña, Gabriel Veron, Danilo, Gabriel Menino, Luan, Gabriel Silva, Quiñonez, Pedro Acácio, Kuscevic, Empereur, Gustavo Scarpa, Jailson e Marino, Vinicius Silvestre e Rony, que estavam com a doença. Na última quinta-feira, o zagueiro Luan testou negativo, e já está treinando com o restante do elenco.

Além disso, vale ficar atento ao caso de Gustavo Scarpa, que de acordo com o clube, foi contaminado duas vezes com a COVID-19. O jogador não teve problemas de saúde na segunda situação, mas por seguir sendo um transmissor da doença, foi afastado novamente. Ao todo, o Palmeiras chegou a marca de ser o clube com mais casos da doença no futebol brasileiro.

A próxima partida do Palmeiras é diante do Goiás, fora de casa, neste sábado, às 21h, em partida válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. A provável escalação deve ter: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan e Mayke; Ramires, Patrick de Paula, Lucas Lima e Vitinho (Juninho); Luiz Adriano e Marino.