Conforme já haviamos revelado aqui mesmo neste site, o governo de São Paulo irá liberar a presença de torcedores no duelo entre Brasil x Argentina, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, a ser realizado no dia 05 de setembro, na Neo Química Arena.

O comunicado oficial foi dado pela Secretaria de Esportes de São Paulo, que vê esse jogo como um evento-teste para a liberação do público nos estádios da região. A mesma ainda informa que o evento seguirá todos os protocolos sanitários.

Os torcedores que se farão presentes no jogo entre Brasil e Argentina deverão comprovar que não estão infectados com a COVID-19 através de teste negativo realizado até 48 horas antes do confronto. Além desses, também serão liberados aqueles que estiverem com a vacinação completa - seja ela por dose única ou dupla.

Aqueles que fizerem o teste contra a COVID-19 serão obrigados a realizarem novo teste ao fim do jogo e ficarão sendo monitorados por 15 dias.

Baixa ocupação de leitos de UTI e avanço na vacinação

Segundo o Secretário Aildo Rodrigues Ferreira, esse revelou como justificativa para a liberação pontual deste jogo, a baixa ocupação de leitos de UTI e o avanço na vacinação contra o vírus em destaque. Atualmente São Paulo conta com menos de 40% de taxa de ocupação dos leitos de UTIs nos hospitais.

Quanto à vacinação, o estado em destaque chegou recentemente a 74% da população vacinada com a primeira dose e 33% com a segunda.

Lembrando que esse jogo também servirá como teste para a liberação das partidas do Brasileirão dentro de São Paulo, que conta com o Corinthians, Palmeiras, RB Bragantino, São Paulo e Santos como seus representantes no torneio.