Venceu, quase goleou, mas não foi fácil a vitória da seleção brasileira em Lima, no Peru, diante da seleção do país pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Em noite de destaque para Neymar e Richarlison e no jogo de número 50 de Tite a frente da nossa seleção, o Brasil derrotou o Peru por 4 a 2 de virada, estando duas vezes atrás do placar.

Sim, o técnico Tite esteve muito próximo de sofrer sua quinta derrota no comando técnico do Brasil, mas graças a Richarlison e Neymar - com dois pênaltis marcados a favor e convertidos pelo camisa 10, aliviaram a situação da defesa que mostrou falhas; isso sem falarmos na falta de criatividade em campo.

Neymar - destaque da partida

Neymar que ajudou o Brasil a derrotar o Peru por 4 a 2, marcou três gols nesta partida - dois de pênaltis e assim ultrapassou Ronaldo no ranking de artilheiros da seleção, tornando-se no segundo maior neste quesito, com 64 gols marcados, ficando atrás apenas dele: o "rei" Pelé com 77.

Tite e os erros da seleção brasileira

Em Lima, no Peru, a seleção brasileira novamente voltou a realizar um jogo atípico sob comando de Tite, onde viu sua defesa falhar mais do que de costume - sofrendo apenas pela terceira vez como treinador dois gols numa mesma partida. Além disso, o Brasil de Tite neste duelo contra os peruanos exibiu falta de iniciativa no setor ofensivo em ligações diretas.

Erros esses que só não custaram à vitória, graças a Neymar, que soube aproveitar as oportunidades que teve durante a partida, principalmente nas duas cobranças de pênaltis. Onde esse como já descrevemos acima, marcou seu gol de número 64 com a camisa canarinho; isolando-se assim na segunda colocação como maior artilheiro da seleção.

Tite por sua vez deve agradecer e muito ao seu camisa 10, que em uma belíssima partida individual, soube ser o nome do Brasil diante dos peruanos.

Com a vitória fora de casa - a segunda consecutiva nesta Eliminatória; colocam o Brasil na ponta da classificação, com seis pontos em seis disputados, seguido pela Argentina com os mesmos 6, Colômbia com 4 e Paraguai com 4 - fechando assim os quatro que se classificam de forma direta até aqui para a Copa do Mundo do Catar, em 2022.