Julgamento de Neymar e González ficou marcado para a próxima semana - dia 30 de setembro. Sim, a Liga Profissional da França irá analisar o caso envolvendo o atacante do Paris Saint-Germain e o zagueiro do Olympique de Marselha por suposta ofensa racista e agressões na próxima quarta-feira.

Na sessão desta última quarta-feira, a mesma "corte" suspendeu Angel Di Maria por quatro jogos no Paris Saint-Germain; o atacante argentino foi suspenso por envolvimento na confusão diante do Olympique de Marselha (o técnico André Villas-Boas diz que o jogador cuspiu em um de seus atletas) e mesmo não tendo levado o cartão vermelho nesta partida, sofre com sanções por parte da Liga.

Neste mesmo confronto, o árbitro da partida aplicou 17 cartões - sendo desses, cinco vermelhos - um desses a Neymar, que deixou o jogo marcado por sua acusação de racismo por parte do zagueiro espanhol Álvaro Gonzáles.

Neymar por conta do cartão vermelho por agressão ao mesmo defensor do time adversário levou um gancho de dois jogos e ainda poderá ser julgado por essas agressões a esse mesmo colega de profissão, que nega ter feito tais declarações de cunho racista - no entanto, imagens comprovam que ele chamou Neymar de "macaco"; atitude essa que será julgada no próximo dia 30 de setembro.

Depois do duelo pelo Campeonato Francês - diante do Marselha, Neymar escreveu em suas redes sociais o seguinte:

"Único arrependimento que tenho é por não ter dado na cara desse babaca".

Em defesa de seu atacante, o PSG prometeu usar imagens de uma reportagem da Rede Globo, que comprovaria a acusação de Neymar ao defensor espanhol.