Mesmo o futebol no mundo ainda ser uma "caixinha" de surpresas em 2020, o certo é que se a janela de transferências para o mercado da bola voltar a se abrir nos próximos meses, Neymar pode sim, deixar o Paris Saint-Germain, segundo informações do "Mundo Deportivo".

O diário espanhol noticiou nesta manhã de segunda-feira que o atacante brasileiro recusou uma proposta de 100 milhões de euros - algo próximo a R$ 600 milhões para renovar com o clube francês, com quem tem contrato até junho de 2022. De acordo com o jornalista Roger Totelló, o salário anual de Neymar permaneceria o mesmo - 50 milhões de euros, algo em torno de R$ 300 milhões nesta proposta por ele recusado.

Neymar possui contrato com o PSG até junho de 2022.
Neymar possui contrato com o PSG até junho de 2022.

Com reais objetivos de retornar ao Barcelona, Neymar dificilmente aceitará uma nova oferta de renovação de contrato com o Paris Saint-Germain, a não ser que essa proposta seja algo incrivelmente fantástica; lembrando que para poder voltar a Cataluña, ele já chegou a avisar que toparia a diminuir seus vencimentos pela metade.

Ainda no Brasil onde aguarda algum sinal do clube francês para retornar ao país, viu na última quinta-feira de longe o PSG ser declarado campeão nacional da temporada 2019/2020 em função do cancelamento total das competições na França devido ao novo Coronavírus.