Revista "France Football" polemiza entrevista concedida por Tite há alguns dias atrás em sua edição desta terça-feira. Na matéria Tite declara que Neymar não é insubstituível na Seleção Brasileira e ainda revela que o comandante técnico brasileiro acredita que o auge do atacante foi nos tempos de Barcelona.

No entanto, Tite ressalta que Neymar continua para ele, entre os três melhores jogadores do mundo, tendo ao seu lado craques como Messi e Cristiano Ronaldo.

"O melhor momento de Neymar aconteceu no Barcelona; esse também foi o grande momento dele na Seleção Brasileira. Exatamente quando ele jogava da esquerda para o centro. Saindo de uma posição de lado e trabalhando nas costas dos meio-campistas com percepção e rapidez de raciocínio na execução. A capacidade de improviso dele é impressionante", declarou o treinador em um trecho dessa entrevista.

Tite e Neymar - Seleção Brasileira.
Tite e Neymar - Seleção Brasileira.

Mesmo ainda convocando o atacante constantemente e o colocando como titular em todas as oportunidades, Tite disse que não o vê como um jogador que é insubstituível em sua seleção.

"Neymar tranquiliza, pois ele traz a imprevisibilidade. Ele vai te oferecer uma solução individual ou coletiva que outros não têm. Com ele, o potencial da equipe não é o mesmo sem. O Neymar que estou falando é aquele que está em sua plenitude mental física. Neymar é essencial, mas não insubstituível", declarou Tite.

Para finalizar, o comandante técnico do Brasil ainda colocou o atacante do Paris Saint-Germain entre os três melhores do mundo.

"Mesmo não o considerando insubstituível, foi depois de Messi e Cristiano Ronaldo, o melhor. Não to aqui dizendo que é o melhor. Eu não vi Hazard jogar nesse nível que o Neymar joga. Eu não vi o Griezmann, Pogba chegarem a esse nível, quando em plenitude mental e física", finalizou.