Por que o retorno de Neymar ao Barcelona fracassou? Listamos os motivos

Com a desistência do Barcelona nas negociações, alguns motivos foram primordiais para que a negociação não avançasse. Listamos algumas:

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Sem dúvidas, um nome foi o grande responsável por estampar as capas dos principais jornais da Europa: Neymar. Após o seu curto e intenso relacionamento com o milionário PSG, o craque brasileiro deixou muito claro que não quis permanecer no clube francês, e entre diversos possíveis destinos, o mais provável foi onde viveu o seu melhor momento na carreira: O Barcelona.

Entretanto, após diversas tratativas, o clube espanhol desistiu das negociações, pois nenhuma das ofertas agradou ao PSG. Mas por que o retorno de Neymar ao Camp Nou acabou não se concretizando? Listamos alguns motivos:

BARCELONA SEM DINHEIRO EM CAIXA

Mesmo que seja difícil de acreditar, esta frase é verdadeira. O Barcelona não tem tanto dinheiro em caixa quanto se imagina, e mesmo que tivesse alguma quantia nesta janela de transferências, o montante foi gasto na compra de Griezmann, que custou cerca de 120 milhões de euros ( cerca de R$ 500 milhões). Além disso, segundo a imprensa espanhola, mesmo arrecadando cerca de 990 milhões de euros na temporada passada, os gastos foram de 980 milhões de euros, ou seja, apenas 10 milhões de euros para um clube que teve arrecadação recorde. Neste momento, o que mais preocupa os diretores do clube blaugrana é a folha salarial, que é considerada a mais cara da Europa.

qqq

A POLÍTICA DE TRANSFERÊNCIAS NA FRANÇA

A política de transferências no mercado francês é estranha, e acaba prendendo muitos jogadores: De fato, não existe multa rescisória nos contratos. Com isso, os clubes apenas precisam vender seus atletas caso recebam uma oferta que seja interessante, para assim o jogador sair. Esta política já foi polêmica entre o empresário do meia Verratti, que em entrevista, já declarou que considera o PSG uma "prisão de ouro" para os jogadores.

ALTA PEDIDA DO PSG

Esta política de não haver multa rescisória no contrato de Neymar foi o ponto principal do fracasso das negociações com o Barcelona. Esta margem fez com que o clube francês pedisse cerca de 300 milhões de euros para liberar o craque brasileiro. Como este valor é absolutamente fora do que qualquer clube pode pagar, as outras tratativas do Barcelona, envolvendo jogadores por empréstimo ou em definitvo, acabou frustrando todas as partes e complicou a negociação.

444444

Mais sobre: neymar barcelona psg
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal