Tuchel comenta sobre Neymar, fora de jogo do PSG: "Sem solução, ficará conosco"

Em entrevista coletiva antes da partida contra o Rennes, pelo campeonato francês, o técnico do PSG comentou sobre a situação do craque brasileiro, que novamente não foi relacionado.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

A indefinição sobre o futuro de Neymar no PSG está durando mais tempo do que o esperado pelos dirigentes e altos membros da cúpula do clube francês. Com diversos rumores e especulações sobre negociações, o craque brasileiro já vê uma saída como necessária para o andamento de sua carreira. Entretanto, sem novidades nos últimos dias, o jogador já está em rota de colisão com a torcida e com a diretoria. 

O técnico alemão falou sobre a situação do brasileiro, que está fora do jogo do PSG neste domingo diante do Rennes, na entrevista coletiva em duas perguntas. Na primeira, Tuchel foi perguntado se, com o tempo passando - e o fim da janela de transferências se aproximando -, aumentam as chances de Neymar seguir em Paris.

- Não sei se o tempo muda alguma coisa. Ele é meu jogador, e está no meu vestiário. Quando penso em uma equipe forte, penso em uma equipe com o Ney. Mas o Ney em um estado de espirito bom, agressivo, correndo, driblando, livre e totalmente em forma. Se eu penso em uma equipe do PSG forte, eu penso em uma equipe com o Ney, sempre. Nossa relação é a mesma porque é algo dele com o clube. Se ele não encontrar solução, ele fica aqui com a gente. Ele tem contrato aqui de 3 anos. E nada mudou - afirmou Tuchel.

Neymar

A outra pergunta foi sobre a reação da torcida do PSG, que na semana passada fez alguns protestos contra Neymar na estreia do time no Campeonato Francês.

- Não falei com ele, mas sei que ele é sensível. Estou convencido que ele sabe que não é fácil entrar e convencer a todos que ele está aqui por nós, mas esse é o desafio que temos e devemos fazer juntos. Eu vou o proteger ele sempre e ao mesmo tempo vou encorajá-lo esperar ele no seu melhor nível possível. Esse é o desafio, ele deve entrar com a equipe. Treinar com a gente, ter intensidade. Penso em um Neymar mais agressivo, com a capacidade de jogar 90 minutos no seu melhor nível.

Mais sobre: neymar psg barcelona
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal