Presidente do Santos admite que sondou Neymar por contrato de 6 meses; entenda

Segundo o presidente do clube, José Carlos Peres, o craque foi sondado pelo clube que o revelou para um possível contrato de empréstimo por 6 meses.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

A indefinição sobre o futuro da carreira do craque brasileiro Neymar fez com que diversas possibilidades fossem especuladas nesta janela de transferências. Entretanto, segundo o presidente do Santos,  José Carlos Peres, o clube paulista sondou o estafe do craque do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira para tentar um empréstimo de seis meses antes do fechamento da janela de transferências internacionais.

"Sem dúvidas. Quando surgiu essa possibilidade, que era remota, mas existia, tentamos nos aproximar para trazê-lo por seis meses, até dezembro. O Santos é um time reconhecido por recuperar jogadores, como o Gabigol, que estava encostado na Europa, e o Dodô também. Eles voltaram e tiveram boas performances. Jogador do Santos sempre que volta tem bom desempenho. Existia essa possibilidade de seis meses com o Neymar, mas a gente sabia que era quase impossível e não prosseguiu. Acredito que talvez surja uma oportunidade no futuro." afirmou José Carlos Peres.

..

Todavia, o mandatário santista garantiu que a tentativa de fazer Neymar retornar ao Santos não passou de conversas informais entre o clube paulista e o estafe do jogador.                               

"Conversamos com pessoas próximas ao pai dele, mas não foi para frente. Neymar hoje seria a cereja do bolo, mas ele ainda é um jogador de nível altíssimo, para Real Madrid, Barcelona, PSG. Acho que ele vai jogar mais uns três anos na Europa. Mas, até pelas declarações do Neymar, é notório o amor que ele tem pelo clube. É um Menino da Vila. O dia que ele quiser voltar, a porta estará aberta."                                                                   

Mais sobre: neymar mercado-da-bola psg
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal