Polícia concluí inquérito e Neymar não é indiciado por estupro e agressão no caso Najila

A delegada Juliana Bussacos – titular da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, concluiu na tarde desta última segunda-feira o inquérito que investigava as acusações de estupro e agressão feitas pela modelo Najila de Souza contra Neymar.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Neymar está livre! Isso mesmo, segundo as últimas informações a respeito da acusação de estupro por parte da modelo Najila de Souza contra o camisa 10 do Paris Saint-Germain, não deu em nada para o jogador, com a investigação sendo concluída nesta última segunda-feira.

A delegada Juliana Bussacos - titular da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, concluiu na tarde desta última segunda-feira o inquérito que investigava as acusações de estupro e agressão feitas pela modelo Najila de Souza contra o jogador Neymar. Sem provas concretas, a polícia decidiu não indiciar o atacante do Paris Saint-Germain.

Caso Neymar/Najila agora ser apurado pelo Ministério Público, que ter 15 dias para se manifestar.
Caso Neymar/Najila agora será apurado pelo Ministério Público, que terá 15 dias para se manifestar.

Obviamente que o caso ainda não está totalmente concluído, faltando à promotoria do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Domestica oferecer denúncia (acusação formal à justiça) ou pedir o arquivamento do inquérito - podendo ainda também pedir novas diligências. O Ministério Público tem o prazo legal de 15 dias para se manifestar.

Vale lembrar que no começo do mês, a justiça acatou o pedido da delegada e autorizou a prorrogação do inquérito por até 30 dias para que as diligências complementares pudessem ser realizadas, onde a mesma solicitou às imagens das câmeras de segurança do hotel em Paris - na França, onde supostamente teria ocorrido o fato; além das imagens das câmeras, a delegada também solicitou o prontuário do médico ginecologista de Najila, sendo que nenhuma dessas "provas" chegaram as mãos da justiça, com isso, a delegada decidiu encerrar a investigação nesta última segunda-feira.

 

Mais sobre: neymar najila estupro
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal