PSG anuncia tempo de recuperação de Neymar, e descarta cirurgia

Após o anúncio da desconvocação de Neymar para a disputa da Copa América, o PSG se pronunciou oficialmente sobre a lesão do jogador e o tempo de recuperação.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Após ser cortado da seleção brasileira para a disputa da Copa América, o atacante Neymar passou por diversos exames de imagem nos últimos dias, além de tratamento especializado. E, neste sábado, o PSG divulgou detalhes sobre o real estado da lesão do jogador, e também destacou o prazo de recuperação do atleta.

Segundo o clube francês, Neymar sofreu uma entorse no ligamento lateral externo do tornozelo direito. Além disso, o tempo de recuperação para a lesão do atacante deve ser de cerca de 4 semanas.  Fato que preocupou o jogador e seus fãs, uma cirurgia no local está descartada, pois não houve ruptura de ligamento, e sim apenas uma entorse.

Confira a imagem que detalha a lesão sofrida por Neymar Jr: 

Imagem detalhada sobre o local exato da lesão de Neymar, que estará de fora da Copa América. (Foto: Globo Esporte)Imagem detalhada sobre o local exato da lesão de Neymar, que estará de fora da Copa América. (Foto: Globo Esporte)

 

Neymar foi avaliado por Laurent Aumont, médico do PSG, e Gérard Saillant, renomado cirurgião que já operou o próprio camisa 10 brasileiro e que faz parte do conselho médico do clube. A dupla, que veio ao Brasil para realizar diagnósticos, descartou qualquer possibilidade de cirurgia.

Segundo o comunicado, o tratamento da lesão será feito em torno de uma reabilitação funcional. No entanto, não se falou se o jogador, que foi cortado da disputa da Copa América, seguirá ou não no Brasil realizando esse procedimento.

Nas redes sociais, Neymar postou uma foto de sua própria tatuagem que tem no pescoço, com o dizer "Tudo Passa". Além da imagem, ele postou alguns emojis, entre eles um sorridente:

                                                                     

 

 

Mais sobre: neymar brasil psg
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal