Essa sexta-feira parece ser o dia de "Neymar". Após comentarmos que o atacante não havia gostado de sua suspensão na Champions League e que irá recorrer da decisão da UEFA, junto a FIFA, agora a pouco saiu a sentença dada ao camisa 10 do PSG pela confusão após a final da Copa da França, onde o brasileiro agrediu um torcedor nas arquibancadas.

A Federação de Futebol da França - FFF anunciou nesta sexta-feira que a Comissão Disciplinar da entidade puniu o camisa 10 do Paris Saint-Germain com três jogos de suspensão pela agressão ao um torcedor depois da final da Copa da França, no último dia 27 de abril, quando o PSG foi derrotado nos pênaltis para o Rennes.

A pena começará a valer a partir da próxima semana, ou seja, Neymar está liberado para entrar em campo pela última vez na temporada, neste próximo sábado, diante do Angers, pela 36ª rodada do Campeonato Francês - essa que poderá ser a sua última partida pelo clube francês, caso os boatos de sua saída para o Real Madrid sejam confirmados.

No entanto, o clube de Neymar prometeu entrar com recurso da punição por considerar a mesma muito severa, prometendo justificar a ação do atacante pela provocação do torcedor a ele e a outros jogadores do Paris Saint-Germain.

Na contramão da decisão do clube, o treinador Thomas Tuchel em entrevista coletiva nesta manhã de sexta-feira disse que seria preciso aceitar a sanção.

"É normal a punição a Neymar, cometeu um erro, temos que aceitar", disse o comandante técnico do Paris Saint-Germain.

Angers x Paris Saint-Germain irão se encarar pela 36ª rodada do Campeonato Francês neste próximo sábado, às 12h (no horário de Brasília).