Depois das justificativas de Neymar quanto ao episódio da agressão ao torcedor na final da Copa da França, onde o PSG saiu derrotado de campo e com o vice-campeonato, no último final de semana, esse mesmo torcedor diz que as justificativas do atacante do Paris Saint-Germain não são bem assim como ele diz ser.

Segundo Eduoard (nome da pessoa supostamente agredida pelo brasileiro); ele diz não ter insultado o goleiro Gianluigi Buffon, como o camisa 10 do PSG alega. "Não insultei ninguém. Disse aos jogadores que não jogaram nada. A Verratti, a Buffon, não apenas a ele. Dirigi-me a toda a equipe. Estou surpreendido. Os seguranças do Paris Saint-Germain vieram me ver e disseram que tratariam de tudo. Tinha um corte no lábio e sangrava o nariz", declarou o torcedor.

Neymar que falou que "ninguém tem sangue de barata", foi prontamente defendido por seu assessor de marketing - Alex Bernardo, que diz que o torcedor chamou Buffon de retardado, negou cumprimentos de Kurzawa, disse que Verratti era racista e falou mal Neymar, completando que o brasileiro devia aprender a jogar futebol.

Lembramos que por esse episódio lamentável, Neymar poderá ser suspenso por até oito partidas no Campeonato Francês - algo parecido que já ocorreu com o jogador brasileiro nesta temporada, ao ser suspenso por três partidas na próxima edição da Champions League - pela UEFA, por ofensas a arbitragem na partida contra o Manchester United, onde sua equipe foi eliminada da competição e pela qual o próprio atacante não participou por estar se recuperando de uma nova lesão no quinto metatarso do pé direito.

Veja abaixo a suposta agressão de Neymar ao torcedor: