Neymar deixa o campo mais cedo no último amistoso do Brasil e preocupa o PSG

Além de Neymar, o PSG ainda se preocupa com Mbappé, que também por sua seleção, saiu machucado e preocupa para o confronto diante do Liverpool, pela Champions League.

Por
Compartilhe

Mesmo tendo ficado apenas sete minutos em campo diante da Seleção dos Camarões, nesta última terça-feira, na vitória do Brasil por 1 a 0, Neymar minimizou o problema no adutor da coxa direita que o levou a ser substituído por Richarlison logo no início do último confronto da seleção brasileira no ano.

“Estamos felizes por fechar o ano com o trabalho realizado até aqui. Esses últimos jogos foram importantes para nos recuperarmos do maior baque, que foi a Copa do Mundo; seguimos fortes, concentrados e visando ser cada vez melhores. Parabéns, rapaziada, por tudo. Obrigado a todos que me mandaram mensagens desejando boa recuperação, acho que não foi nada grave. Estou feliz e orgulhoso por chegar a minha centésima convocação; sempre muita honra defender a maior seleção do mundo”, declarou Neymar em sua conta no Twitter.

Neymar deixando o campo ao lado do médico da Seleção Brasileira - Dr. Rodrigo Lasmar. Foto: Reuters.Neymar deixando o campo ao lado do médico da Seleção Brasileira - Dr. Rodrigo Lasmar. Foto: Reuters.

Tite teve que substituir seu camisa 10 aos sete minutos da etapa inicial no confronto desta última terça-feira contra Camarões. Neymar sentiu uma lesão muscular no adutor da coxa direita e foi substituído por Richarlison. A lesão, mesmo o jogador tentando transparecer tranquilidade, poderá ser uma preocupação para o Paris Saint-Germain, que na próxima semana tem um confronto importantíssimo contra o Liverpool, pela quinta rodada da fase de grupos da Champions League – o clube francês precisa da vitória para seguir vivo na competição.

Quase que na mesma linha do atacante, o doutor da CBF – Rodrigo Lasmar destacou que o camisa 10 do Brasil sentiu um desconforto na região da virilha e que no dia de hoje serão realizados exames de imagem para detectar o grau de gravidade da lesão.

“Neymar sentiu um desconforto na região da virilha, saiu se queixando de um desconforto. Mas já iniciou o tratamento. Precisamos de tempo e iremos realizar um exame de imagem. A princípio, não é nada grave e que preocupe”, declarou o médico da seleção brasileira.

Além de Neymar, o PSG ainda se preocupa com Mbappé, que também por sua seleção, saiu machucado e preocupa para o confronto da próxima semana, onde uma derrota do time francês na Champions League poderá significar a eliminação na competição mais importante da temporada, acabando com as pretensões de conquistar o título inédito.

Comentários