LeBron James - astro dos Los Angeles Lakers volta a falar sobre a generalização e uso de violência contra policiais, onde ele diz o seguinte: Nem todos são ruins".

Em entrevista durante essa semana, o astro da NBA voltou a falar sobre casos racistas relacionados aos policiais americanos.

"Eu nunca em meus 35 anos perdoei a violência. Sei o que é certo e o que é errado. Eu cresci no centra da cidade e na comunidade negra no que chamamos de "o bairro" ou "o gueto", como vocês quiserem. Eu vi muitos relatos em primeira mão de pessoas negras sendo discriminadas racialmente por nossa cor. Eu vi isso durante toda a minha vida. Não estou dizendo que todos os policiais são ruins. Ao longo do ensino médio e coisas dessa natureza, eu estive perto deles o tempo todo, e eles não são tão ruins", declarou.

Em sua entrevista, LeBron deixou claro que seu problema não é pessoal com os policiais, mas que ele quer é acabar com a impunidade e atos racistas, de forma pacífica, sem o uso da força.

Sua forma de ir em busca disso, por exemplo, é utilizando uma ferramenta bastante importante - o uso de sua palavra como pessoa pública, reivindicando respeito e dignidade para com seus.

"Eu não aceito violência contra ninguém, polícia, negros, brancos, qualquer pessoa de cor, qualquer pessoa que não seja de cor. Porque isso nunca vai fazer deste mundo ou da América o que queremos que seja", finalizou LeBron James a respeito do assunto.