Ansiosos pela retomada do basquete nos Estados Unidos, dirigente, treinadores e jogadores da NBA vivem uma certa apreensão pelo aumento dos casos de Coronavírus na Flórida - local onde está sendo planejada a sequência da temporada 2019/2020.

A Flórida nos últimos dias tem tornado-se em um dos epicentro da doença na "Terra do Tio Sam", ao lado do Arizona e Texas. O estado em questão bateu o recorde de número de notificações de novos casos nos últimos 10 dias, aproximando-se da marca dos 100 mil. Só nas últimas 24 horas, 4.049 novos casos deram positivos para a COVID-19.

Segundo Zach Lowe e Baxter Holmes - da ESPN, ambos apuraram que a situação no entorno da sede onde deverá ser realizados os jogos restantes da temporada da NBA, foi assunto levantado em reuniões recentes da Associação dos Jogadores e do Comissário - Adam Silver com altos executivos.

Complexo da Disney, em Orlando, na Flórida - local para o encerramento da temporada da NBA - imagem: arquivo
Complexo da Disney, em Orlando, na Flórida - local para o encerramento da temporada da NBA - imagem: arquivo

Na última reunião realizada por diversos participantes e que teve um "clima tenso", o comissário-chefe da NBA reconheceu que a condição atual na Flórida é séria com o alastramento do novo Coronavírus.

"A liga vem monitorando as informações e dados do Coronavírus na Flórida e em Orange County (local onde fica a Walt Disney World) de forma muito próxima e pretende continuar trabalhando de forma colaborativa, com a Associação dos Jogadores, oficiais de saúde pública e infectologistas para aprimorar os nossos planos de retorno", declarou o porta-voz da NBA - Mike Bass em entrevista a "ESPN" no último sábado.

Mesmo com o número crescente de casos da COVID-19, a liga em questão diz estar amparada em alguns fatores para manter seus planos de retorno da NBA, uma vez que a região de Orange County é uma das menos afetadas no estado pelo vírus neste momento. Além dessa, espera que até a retomada dos jogos, no dia 30 de junho, a situação em questão já esteja controlada. Porém, a grande preocupação é que no início do próximo mês, todos os profissionais da NBA deverão desembarcar em Orlando e para isso, existe sim um "temor".

Para os jogadores da NBA, a grande preocupação é por conta da falta de uniformidade entre os protocolos da liga e dos colaborados da Walt Disney World, uma vez que milhares de pessoas que irão prestar serviços a esses atletas voltarão para suas casas ao fim do dia e não serão testados para o novo Coronavírus da mesma forma que eles.

Os atletas da NBA deverão iniciar com esses testes já nesta próxima terça-feira e a grande expectativa que muitos desses sejam "positivos" para a COVID-19. O próprio protocolo de saúde e segurança da liga enviado para a NBA recentemente dá conta que outros sejam infectados em Orlando, no entanto, isso será administrado de forma a não comprometer com a volta da competição para dentro das quadras.