Coronavírus: Com a flexibilização também chegando aos Estados Unidos, a NBA estuda reabrir algumas instalações para treinamentos a partir da próxima sexta-feira - essa medida será válida para estados e municípios que estão diminuindo as restrições de circulação em meio a pandemia da "COVID-19".

Se a notícia se confirmar, os jogadores poderão voltar às instalações no estado da Geórgia, onde poderão realizar exercícios voluntários individuais, já a partir desta semana, iniciando desta forma o retorno gradativo da NBA aos treinamentos em um ambiente seguro e profissional.

Segundo a informação publicada pela "ESPN", os clubes ou franquias como são também conhecidos, ainda serão proibidos de realizar exercícios em grupo ou atividades com o elenco. Já para os locais onde ainda há uma restrição mais forte, a NBA diz que a Liga trabalhará para ajudar a encontrar uma solução para que seus jogadores também possam retornar as atividades.

NBA - Liga profissional do Basquete nos EUA.
NBA - Liga profissional do Basquete nos EUA.

A flexibilização da Liga não quer dizer que o esporte em questão esteja próximo de retornar no país. Os dirigentes ou donos das equipes de basquete profissional dos Estados Unidos acreditam que necessitam de um tempo maior para terem uma ideia mais clara de quando poderão retornar com os jogos.

Em uma videoconferência com o "dono" da Liga - Adam Silver e com gerentes dos clubes participantes da liga profissional, alguns desses declararam a Silver terem jogadores perguntando sobre a possibilidade de viajar para Atlanta onde poderão ser exercitarem em academias - uma ideia que os preocupam.

"Se nossos jogadores puderem viajar e se exercitar em uma academia aberta 24 horas em Atlanta, devem poder ter acesso as nossas instalações", declarou um desses executivos no último sábado em entrevista ao site aqui nesta matéria citado.

Alguns desses executivos inclusive se mostraram muito preocupados com a "flexibilização" da Liga em permitir que algumas instalações sejam reabertas já a partir desta próxima sexta-feira; levando em conta as opiniões médicas de especialistas nesse cenário da "COVID-19".