Informações vindas dos Estados Unidos indicam que entre 454 atletas da NBA testado para a COVID-19 no último dia 10 de fevereiro, cinco deles deram positivos para o Coronavírus. Na atual temporada da Liga Norte-Americana de Basquete, 30 jogos já foram adiados por conta da pandemia que assola o planeta e os Estados Unidos.

Segundo os protocolos da NBA, qualquer jogador que volte de um teste positivado para o COVID-19 ou que tenha entrado em contado com um desses, será automaticamente isolado ou colocado em quarentena até que seja liberado conforme as regras estabelecidas pela Liga e também pela Associação dos Jogadores, segundo as orientações do Centro de Controle e Prevenção de Doenças - CDC.

Protocolo mais rígido

Desde janeiro deste ano, após o adiamento das primeiras partidas da Liga, a NBA resolveu endurecer seus protocolos de prevenção a COVID-19 e em acordo com os atletas, ficou estabelecida uma janela mínima de duas semanas para o enrijecimento das regras, onde abraços, interações físicas e o não uso de máscaras nas arenas tem sido rigorosamente coibidos.