O mercado de negociações da NBA continua pegando fogo, com as equipes se preparando para a temporada 2020/21 que começará no próximo dia 22 de dezembro.

Rockets e Wizards fecham troca bombástica

Na noite da última quarta-feira (2), o jornalista Shams Charania, do site The Athletic, soltou uma verdadeira bomba em suas redes sociais. Após os jogadores pedirem, respectivamente às suas franquias, para serem trocados, o Houston Rockets e o Washington Wizards fecharam uma troca centrada nos armadores John Wall e Russel Westbrook.

Enquanto a franquia da capital dos EUA receberá Westbrook, a equipe texana receberá, além do armador de elite John Wall, uma futura escolha protegida de primeira rodada de draft, inicialmente disponível em 2023.

Entenda a proteção de escolha:

A respeito da proteção de escolha, ela funcionará da seguinte maneira: uma top 14 em 2023; uma top 12 em 2024; top 10 em 2025; e top 8 em 2026. Se tudo isso acontecer, ela vira duas escolhas de segunda rodada para os Rockets.

Jogadores se equiparam na questão salarial

Na questão de valores, ambos os armadores se equiparam em seus salários. Westbrook receberá US$ 41,4 milhões em 2020-2021, US$ 44,2 milhões em 2021-2022 e US$ 47,1 milhões em 2022-23 na player option.

Já Wall tem vencimentos anuais muito parecidos com o, agora, novo armador dos Wizards. Na próxima temporada, terá um salário de US$ 41,3 milhões, US$ 44,3 milhões em 2021-22 e US$ 47,4 milhões em player option para 2022-2023.

Troca já era especulada

A troca entre as franquias, por mais bombástica que seja, afinal de contas, é centrada em dois armadores de alta qualidade, já estava sendo especulada nos bastidores há cerca de 1 mês.

Segundo o jornalista Adrian Wojnarowski, da ESPN, as conversas entre os dirigentes de Houston e Washington foram intensificadas na época do draft, mas acabaram sendo abandonadas em seguida. As tratativas foram retomadas nesta quarta e, em poucas horas, os lados acertaram a troca.

Na temporada passada, Russel Westbrook obteve médias de 27.2 pontos, 7.9 rebotes e 7.0 assistências em 57 jogos disputados. Já John Wall, na temporada 2018-19, a última em que esteve em quadra, acumulou médias de 20,7 pontos e 8,7 assistências em 32 jogos.