Depois da FIFA desconsiderar o Botafogo como um dos clubes campeões mundiais, ao qual se intitulou nas últimas semanas por ter vencido uma pequena "Taça do Mundo" extinta e disputada em Caracas, na Venezuela, a mesma consultada pela reportagem do site da "ESPN" salientou que só pode clamar essas honrarias a clubes que conquistaram o Mundial de Clubes da FIFA - campeonato esse disputado pela primeira vez em 2000 e a partir de 2005 todos os anos até aqui e a Copa Intercontinental - também conhecida como Copa Toyota - uma vez que a entidade a patrocinava.

"Em 2017, o Conselho da FIFA reconheceu todos os times europeus e sul-americanos que ganharam a Copa Intercontinental (disputada entre os anos de 1960 a 2004) como campeões mundiais; além claro, aqueles que conquistaram o campeonato organizado pela entidade", destacou um dos porta-vozes da FIFA.

Por esses critérios, os times brasileiros campeões do mundo são:

Santos - 1962 e 1963;

Flamengo - 1981;

Grêmio - 1983;

São Paulo - 1992, 1993 e 2005;

Corinthians - 2000 e 2012;

Internacional - 2006.

Alguns dos jogadores do
Alguns dos jogadores do "Fogão" na época.

Em 1967, o Alvinegro venceu a Pequena Taça do Mundo ao derrotar o Barcelona por 3 a 2 na final, com gols de Aírton Beleza, Gerson e Paulo Cesar.

Já em 1968, o Fogão seria bi-campeão deste torneio ao derrotar a seleção argentina por 1 a 0 e em 1970, conquistaria o tricampeonato, contra o Spartak Trnava, em uma vitória por 2 a 1. Por esse motivo o clube alvinegro vem pleiteando junto a FIFA o reconhecimento desses títulos como "Campeão Mundial".