No último minuto! Com muito trabalho de Alisson e gol nos acréscimos do segundo tempo, o Liverpool conseguiu fazer valer o favoritismo e venceu o Monterrey na semifinal do Mundial de Clubes, em Doha, nesta quarta-feira. Com desfalques e alguns titulares poupados, o time inglês abriu o placar com Keita aos 11 minutos de jogo e sofreu empate com Funes Mori praticamente no lance seguinte e levou sustos por algumas vezes até o fim, mas conseguiu com Firmino, que saiu do banco, a bola que garantiu o 2 a 1. Agora, o tão aguardado reencontro com o Flamengo está confirmado, 38 anos depois, na final do torneio, às 14h30 (horário de Brasília), no próximo sábado.

Já sabendo que não ia contar com Lovren, Matip e Wijnaldum, o técnico Jürgen Klopp ainda teve Van Dijk como baixa nesta quarta. O zagueiro sentiu-se doente e sequer deixou o quarto do hotel, obrigando assim o treinador do time a improvisar Henderson na defesa, ao lado de Joe Gomez. Além disso, Klopp optou por deixar no banco alguns titulares, como Alexander-Arnold, Mané e Firmino. Todos entraram no segundo tempo e com a estrela do camisa 9 brasileiro - praticamente em seu primeiro toque na bola, após assistência do lateral inglês, ele mandou a bola para os fundos das redes, marcando assim o gol da vitória inglesa sobre os mexicanos - placar final, 2 a 1 Liverpool.

Final e 3° lugar

O Monterrey encara o Al Hilal na disputa pelo terceiro lugar, às 11h30 (de Brasília) no sábado. Mesmo dia da final entra Liverpool e Flamengo, no estádio Khalifa International.

Fonte: globoesporte.com