Em um confronto que foi suado no primeiro tempo e encerrou com o placar por 3 a 1 a favor do time do Flamengo, nesta terça-feira, pelas semifinais do Mundial de Clubes; em sua coletiva logo após a vitória sobre o Al Hilal, o técnico português - Jorge Jesus concordou que o time árabe foi melhor nos 30 primeiros minutos, mas a sua equipe soube transformar o duelo e por esse motivo acabou superior na segunda etapa.

"O Al Hilal foi muito melhor nos primeiros 30 minutos. Depois, conseguimos subir o nível de três jogadores (Bruno Henrique, Arrascaeta e Gabigol) na qualidade individual. E o jogo foi transformado com uma superioridade muito maior do Flamengo na segunda parte", declarou Mister.

Agora classificado para a grande decisão, Jorge Jesus disse que o favoritismo desta partida será do Liverpool, se esse conseguir passar pela semifinal, nesta quarta-feira, quando encara o Monterey - do México.

Jorge Jesus - treinador do Flamengo.
Jorge Jesus - treinador do Flamengo.

"Claro que o Liverpool é favorito, sem dúvida nenhuma, mas eles precisam vencer antes. Vamos com respeito. Quando chegamos já pensávamos em ser campeões do mundo, agora mais ainda".

Eleito o melhor do confronto diante do Al Hilal - pela FIFA, em votação oficial, Bruno Henrique voltou a afirmar que o Flamengo está "em outro patamar" e após comentar isso, viu Jorge Jesus embarcar em sua "onda", onde Mister declarou que a final do próximo sábado, marcada para às 14h30 (no horário de Brasília), será a "mais importante" de sua carreira.

"Já estamos em um patamar superior, como o Bruno Henrique diz. Claro que é o jogo mais importante da minha carreira, assim como do outro treinador que for a final. É a cereja em cima do bolo na temporada que o Flamengo fez. É a final mais importante da minha carreira".