Em busca do seu segundo título mundial, o Flamengo entrou em campo nesta terça-feira, às 14h30 (Horário de Brasília), para enfrentar o Al Hilal, da Arábia Saudita, em partida válida pela semifinal do Mundial de Clubes da FIFA. Mesmo com amplo favoritismo da equipe comandada pelo técnico Jorge Jesus, o duelo desta terça-feira foi bem equilibrado na primeira etapa, com as duas equipes adotando posturas ofensivas.

O Flamengo entrou em campo com: Diego Alves; Rafinha, Pablo Marí, Rodrigo Caio e Filípe Luis; Willian Arão, Gerson, Éverton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabriel.

O Al Hilal entrou em campo com a seguinte escalação: Al-Muaiouf; Al-Burayk, Jang Hyun-Soo, Al-Bulayhi e Al-Shahrani; Carlos Eduardo, Cuélllar, Carrillo e Al-Dawsari; Giovinco e Gomis.

RESUMO DO PRIMEIRO TEMPO:

A etapa inicial começou com muita força física, e poucas chances de gol foram criadas nos primeiros minutos da partida. Com marcação mais intensa no setor de meio campo, o Al Hilal foi superior na primeira metade do jogo, e aos 15 minutos, o time saudita chegou ao seu primeiro gol com Al-Dawsari, que recebeu cruzamento por baixo no lado direito, e após leve desvio de Rodrigo Caio, chutou forte para abrir o placar. Depois do primeiro gol, o time do Flamengo teve mais posse de bola, e criou algumas oportunidades interessantes, sobretudo nos chutes de média distância. Entretanto, todas as investidas em velocidade, principalmente com Bruno Henrique no lado esquerdo do ataque, mas sem sucesso.

Quem vencer no duelo desta terça-feira enfrenta o vencedor da outra semifinal, que será disputada nesta quarta-feira, às 14h30 (Horário de Brasília) entre Liverpool e Monterrey. A grande final será neste sábado.