Nova conquista do Real Madrid abre novas discussões sobre o formato do Mundial de Clubes

Com a vitória de 4 a 1 sobre o Al Ain, neste último final de semana, o clube espanhol ampliou a vantagem do “Velho Continente” sobre a América do Sul, por exemplo: são 32 conquistas europeias – sete delas só do Real Madrid, contra 26 do nosso continente.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Sem surpresa alguma – assim foi à conquista ou digamos o “tricampeonato mundial” do Real Madrid, conquistado no último sábado sobre o Al Ain, nos Emirados Árabes. Sem a presença do River Plate na grande decisão, o clube espanhol conquistou um dos títulos mais tranquilos do atual formato do torneio organizado pela FIFA.

Com a grande chance de um time sul-americano acabar com a soberania do Real Madrid e consequentemente do futebol europeu no Mundial de Clubes nos últimos anos, o time merengue que não vem muito bem das pernas na atual temporada, teve muita sorte ao ver seu “maior” adversário no Mundial de 2018 ser precocemente eliminado da competição pelo time da casa e com isso mais uma vez conseguiu levar o título do torneio da FIFA para a Espanha, ampliando ainda mais a vantagem dos europeus sobre os demais continentes.

Foi o Mundial de Clubes mais facilmente conquistado pelo clube merengue.Foi o Mundial de Clubes mais facilmente conquistado pelo clube merengue.

Com a vitória de 4 a 1 sobre o Al Ain, neste último final de semana, o clube espanhol ampliou a vantagem do “Velho Continente” sobre a América do Sul, por exemplo: são 32 conquistas europeias – sete delas só do Real Madrid, contra 26 do nosso continente.

Com tamanha disparidade no Mundial de Clubes nos últimos anos em relação aos times que disputam a competição, principalmente por parte dos times europeus, é que está levando a FIFA a adotar um novo formato para o torneio. Com o contrato atual chegando ao seu fim, à entidade máxima do futebol mundial contratou uma empresa para apresentar uma nova proposta no próximo encontra da FIFA, que irá ocorrer em março do próximo ano, em Miami, onde finalmente poderá surgir um novo caminho para a competição.

Caminho esse que já começou a surgir com idéias em outubro deste ano em Ruanda, onde a FIFA incluiu em pauta duas novas propostas para o torneio em questão: uma competição anual ou de quatro em quatro anos.

Já em abril deste ano, também foi colocado em pauta uma ideia com a disputa de 24 clubes, sempre em anos anteriores a Copa do Mundo – com 18 dias de competição, porém, em nenhuma delas o “Velho Continente” concordou, com medo da mesma ter mais destaque que a sua maior competição – aqui falando da Champions League.

As mudanças no formato do Mundial de Clubes voltaram à pauta em junho, durante a Copa do Mundo da Rússia, mas até lá sem avanços, por isso que na próxima reunião da FIFA, algo de concreto deverá aparecer, para assim darem seguimento a qual caminho tomar para a competição, que em 2019 ainda não tem data e nem local marcado para a disputa do torneio.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal