Com os dois gols marcados na última rodada do Campeonato Espanhol, neste último final de semana sobre o Alavés, Lionel Messi confirmou a artilharia de LaLiga pela sétima vez - recorde por sinal, onde além disso, o atacante argentino chegou aos seus 703 gols oficiais em sua carreira.

Desses gols marcados, 633 foram com a camisa do Barcelona, clube do qual defende desde 2004 e com esta marca o argentino está muito próximo de ultrapassar uma lenda do futebol e de nós brasileiros - aqui falo de Pelé, que marcou pelo Santos 642 gols e é o maior artilheiro em gols oficiais por uma única equipe na história do futebol.

Na atual temporada, onde marcou 30 gols em 42 jogos, Messi ainda terá pelo menos mais um jogo vestindo a camisa do Barcelona para anotar seus "golzinhos" - será diante da Napoli, na partida de volta pelas oitavas de final da Champions League e caso passe pelos italianos, poderá ter mais três partidas. Lembrando que na primeira partida pelas oitavas de final da Champions League, Barcelona e Napoli ficaram no empate em 1 a 1 - na Itália.

Porém, em 2020 Messi ainda terá a grande chance de superar Pelé, visto o início da temporada 2020/2021 marcada para o mês de setembro. Obviamente que aqui falamos em gols "oficiais", pois se formos contar partidas amistosas, Pelé soma mais de 1000 gols, para ser mais exato - 1.091 gols em 1.116 partidas pelo Santos, entre os anos de 1956 a 1977; já Messi se pegarmos jogos amistosos, tem mais 34 gols com a camisa do Barcelona - totalizando assim, 667 gols em 781 jogos.

Aos 33 anos, Messi atualmente conta com 703 gols oficiais em sua carreira - contando aqui clube e seleção - assim está a 60 gols de superar Pelé, que marcou 762 gols por Santos, Cosmos e Seleção Brasileira - isso em jogos oficias. Pelé quando tinha a mesma idade do craque argentino em questão, contava com exatos 700 gols em 717 jogos, contra 862 de Messi para chegar a esse mesmo número.