Sim, isso pode vir a ocorrer, mas para que isso se torne realidade, não basta apenas os diretores da "Velha Senhora" em querer, tem também a vontade da direção do PSG em jogo. Mas para que isso possa a vir a se tornar realidade em um futuro muito próximo, a direção da Juventus já conta com uma estratégia definida para a próxima temporada.

Quem nos conta isso é o jornalista italiano Tancredo Palmeri - correspondente da "beIN Sports e CNN", e ainda colunista do portal especializado em mercado de futebol, o "Tuttomercato".

Para esse profissional, no mesmo dia em que Leonardo - diretor de futebol do PSG não descartou a possibilidade de vir a contar com Cristiano Ronaldo no clube e ainda anunciou o início de conversas para a renovação de contrato com Neymar, deixou as portas abertas para qualquer alternativa.

A ideia por trás de tudo isso, segundo o jornalista, é a de reduzir custos a curto prazo, mas sem prejudicar a competitividade do elenco - aqui falando exclusivamente da Juventus. Hoje com 35 anos, CR7 possui contrato com a "Velha Senhora" até junho de 2022, assim como Neymar, que tem contrato com o PSG até a mesma data.

Vale lembrar que recentemente a Juventus anunciou um prejuízo de 89,7 milhões de euros - algo em torno de R$ 569 milhões na última temporada.

Troca de jogadores

A ideia aqui em destaque por parte da Juventus é de propor uma troca simples, ou seja, Neymar vir para a "Velha Senhora" e Cristiano Ronaldo ir para o Paris Saint-Germain, já que os salários dos dois jogadores são os mesmos - cerca de 31 milhões de euros por temporada. O clube italiano não tem desejo em renovar o contrato com um atleta de 35 anos, enxergando assim uma grande oportunidade para uma negociação com o PSG, antes que o vínculo com o craque português expire.

Segundo Tancredo, além desses fatores, existe outro muito importante a ser destacado, onde no ponto de vista da equipe italiana, essa se apegará na constante vontade de Neymar voltar ao Barcelona, o que para eles demonstra que o brasileiro está sim propenso a trocar de clube e diante da incerteza de Messi em permanecer no Barcelona na próxima temporada, deixa o futuro do brasileiro em aberto.

Desta forma, mediante a visão do jornalista acima citado, o futuro de Neymar e Cristiano Ronaldo em seus respectivos clubes está em aberto, podendo assim ocorrer uma grande mudança neste cenário. Algo que veremos quem sabe ao final da atual temporada do futebol europeu.