Em uma séria crise financeira, o Santos que estaria impedido de registrar novos atletas por punição imposta pela FIFA, pode estar negociando um de seu jogadores com o mercado externo. Estamos falando de Soteldo, que está na mira do Al Hilal - da Arábia Saudita e para poder contar com esse jogador, o clube aqui em questão teria oferecido ao "Peixe" uma proposta de US$ 6 milhões - algo em torno de R$ 33,5 milhões.

Porém, a oferta foi recusada. Na verdade o clube árabe teria oferecido US$ 4 milhões no ato da compra e mais US$ 2 milhões em outubro de 2021. Com o "não" por parte do clube brasileiro, eles (Al Hilal) prometem aumentar esse valor para a casa dos US$ 7 milhões nos próximos dias.

Atacante Soteldo - imagem: arquivo/internet
Atacante Soteldo - imagem: arquivo/internet

Punição na FIFA

O Santos com a necessidade de arrecadar fundos para quitar dívidas junto a FIFA, não descarta a venda do atleta em questão - até porque um desses clubes que o cobra junto a entidade máxima do futebol, é o Huachipato - do Chile, o antigo dono dos direitos econômicos de Yeferson Soteldo.

Quando adquiriu o atleta junto ao clube chileno, o Santo prometeu adquirir 50% dos direitos econômicos do mesmo - por US$ 3 milhões. Sem efetuar essa compra, ao ter uma proposta do Atlético-MG no início deste ano, o "Peixe" então prometeu pagar esses 50% atrasados e adquirir os outros 50% por um total de US$ 6 milhões. Só que hoje em dia, com juros e correção, esse valor já chega dos US$ 12 milhões.

Com o novo presidente, o Santo entrou em contato com o Huachipato no início desta semana, mas não houve avanços por um acerto entre os clubes até o momento, desta forma o "Peixe" segue impedido pela FIFA de registrar novos jogadores.