Está confirmado! Rafinha não faz mais parte do elenco do Flamengo. A informação que trazemos para vocês foi dada agora à tarde pelo próprio vice-presidente do clube - Marcos Braz, em entrevista coletiva.

Segundo Braz, Rafinha aceitou uma oferta do Olympiacos - da Grécia e a partir desta sexta-feira, ele não faz mais parte do Flamengo.

"O Rafinha recebeu uma proposta de um time grego e nos comunicou que irá aceitar a proposta. O Flamengo lamenta, não gostaria de perder o atleta, visto que foi um jogador que custou bastante tempo para que botasse na cabeça dele que ele poderia fazer um belo trabalho no Brasil. Foi feito isso, ele veio. Acho que os resultados não são questionáveis, o jogador nos ajudou e muito em nossas conquistas recentes", declarou o dirigente flamenguista.

Além deste comentário, Marcos Braz também deu as razões pela escolha de Rafinha em trocar o futebol brasileiro pelo grego.

"Rafinha irá fazer 35 anos nos próximos dias e recebeu uma proposta de dois anos. O atleta entendeu que deveria sair nos comunicou e nós tentamos entender a proposta. São números grandes e o atleta fez a opção de sair por querer esse novo desafio", comentou.

Para finalizar, Braz também explicou que dentro do contrato assinado com o lateral continha uma cláusula que o liberava em caso de uma boa proposta para retornar a Europa e foi o que ocorreu nesta semana.

"Existe uma cláusula dentro do contrato do jogador em que se ele quisesse voltar para Europa, poderia. Agora, as pessoas têm que entender que quando o Flamengo foi em busca de Rafinha, buscou um jogador do Bayern de Munique, que estava a quatorze anos na Alemanha. Não era só convencer ele a vir para o Flamengo, era convencer a mudar de vida, acreditar em nosso projeto e mudar de vida também. Acho que foi bom enquanto durou. Ele se apega em uma cláusula contratual que foi imposta por ele. O mesmo desejo que ele teve para vir é o desejo em querer retornar a Europa", finalizou o vice-presidente do Flamengo

Rafinha que foi contratado no início da temporada 2019 deixa o Rubro-Negro após um ano e meio, com seis conquistas, entre elas um Brasileirão e uma Libertadores. Com a saída do atleta, o Flamengo agora vai em busca de um novo nome para a posição, que ainda não está definido pela direção do time carioca.