Sim, uma das maiores novelas do futebol brasileiro nas últimas semanas está muito próxima de ser concretizada. O atacante Everton deve ser o novo reforço do Benfica, de Portugal, e o anúncio oficial deve acontecer pelo Grêmio ainda nesta sexta-feira. O que resta apenas para a oficialização do negócio é a troca de documentos por parte dos clubes e a assinatura do contrato.

Os valores da negociação são: 22 milhões de euros ( aproximadamente R$129,8 milhões) pela operação total. Sendo assim, o Grêmio tem direito a 65% do valor pago pelo clube português, sendo 50% pertencente ao clube, e os outros 15% cedidos ao investidor Celso Rigo, que em troca, receberá um percentual de outro jogador das categorias de base.

Um dos últimos passos que restavam para a concretização do negócio com o Benfica era a proposta de outro clube interessado no atacante gremista, o Everton, da Inglaterra. O Grêmio esperava uma movimentação oficial do time inglês, mas como a proposta foi relativamente menor do que a oferta do Benfica, o negócio com o time português avançou.

Everton acerta ida ao Benfica, de Portugal. (Foto:Divulgação/Grêmio)
Everton acerta ida ao Benfica, de Portugal. (Foto:Divulgação/Grêmio)

A tendência é de que o negócio seja anunciado oficialmente pelo Grêmio nas próximas horas, e além de contar com a reposição dentro do próprio elenco, com Pepê assumindo a titularidade, a diretoria tricolor deve ir ao mercado em busca de contratações. Alguns nomes como Soteldo, Róger Guedes e Alex Teixeira são os cotados para substituir o "Cebolinha".

A forma de pagamento foi outro ponto que causava divergência entre as partes. A diretoria do Benfica propôs o pagamento de forma parcelada, de 6 em 6 meses, por 5 anos, e o Grêmio gostaria de receber o valor à vista.