Contratação de Robinho divide opiniões no Santos

Após deixar o Atlético-MG no final do ano, o nome de Robinho voltou a ser assunto na Vila Belmiro, dividindo opiniões.

Por
Compartilhe

Após as declarações do presidente eleito do Santos, José Carlos Prestes, em relação à condenação de Robinho na Itália, um mal estar entre as partes se instaurou, mas isso parece que foi resolvido, tanto que clube e jogador voltam a tratar sobre um possível retorno do jogador a “vila” mais famosa do Brasil.

A reaproximação entre direção e jogador foi realizada pelo novo diretor executivo de futebol do clube, Gustavo Vieira, que recebeu o aval do presidente para negociar com os representantes de Robinho.

Robinho está sem clube desde o primeiro dia de 2018.Robinho está sem clube desde o primeiro dia de 2018.

Em uma conversa informal recentemente, Prestes chegou declarar que gostaria de ver Robinho vestindo a camisa 10 do clube; camisa essa que era de Lucas Lima, que deixou o peixe para vestir as cores do Palmeiras.

Segundo informações, a negociação com Robinho não é tão simples assim, pois outros clubes estariam interessados em seu futebol. Há ainda quem diga que antes de oficializar uma proposta ao jogador, a direção tem que ter o “ok” do novo treinador do clube, Jair Ventura, que ainda não foi oficializado no cargo.

Além desta, a torcida do Santos não está muito contente com o “ex-craque da vila”, uma vez que ele rejeitou uma proposta do Santos para assinar com o Atlético-MG, considerando o atacante como uma espécie de “traidor”.

Comentários