Novos capítulos da novela "Dudu e Mundo Árabe" ganharam neste último domingo um cenário diferente do até aqui contado. De acordo com as últimas informações que davam conta de um acerto em definitivo com o clube árabe e o clube brasileiro pela venda do atacante, neste final de semana o cenário se alterou, podendo o Palmeiras ceder o jogador por empréstimo.

A informação aqui dada foi primeiramente divulgada pelo canal Esporte Interativo e confirmada pela ESPN. De acordo com a emissora por último citada, o clube do Catar não estaria disposto a desembolsar 13 milhões de euros neste momento - travando as negociações e oferecendo ao Palmeiras um pagamento parcelado; algo não aceito pela direção do "Verdão".

Desta forma, o clube brasileiro ofereceu ao Al Duhail um novo modelo de negócio. Para o clube do Catar poder levar Dudu por uma temporada, os "catários" teriam que desembolsar 7 milhões de euros e se quiser continuar com o atacante em definitivo, o mesmo teria que pagar mais 6 milhões de euros ao final deste período - o que totalizaria os 13 milhões antes combinados.

Vale lembrar que mesmo neste tipo de negociação, o Palmeiras permaneceria com 20% de uma futura venda do jogador. As conversas segundo informações vindas diretamente do Allianz Parque dão conta de que as mesmas estejam evoluído neste sentido, podendo ser fechadas até o dia de amanhã - terça-feira.

Em uma reunião com a direção do "Verdão", Dudu deu a entender que gostaria de deixar o clube, nem que seja por empréstimo. Vale lembrar que o jogador vive problemas judiciais com sua ex-esposa, que o acusa de agressões - algo negado até aqui por ele.

Desta forma, mesmo sabendo que poderá perder seu principal jogador do elenco, a direção do Palmeiras decidiu não mantê-lo insatisfeito no Brasil e aceitou negocias sua transferência para o Al Duhail, desde que as condições impostas sejam respeitadas.

Desde 2015 no Palmeiras, Dudu conquistou no clube brasileiro os títulos da Copa do Brasil de 2015 e os Campeonatos Brasileiros de 2016 e 2018.