Quem pensava que o Internacional não tinha uma "mina de ouro" entre suas jóias, enganou-se, pois o colorado poderá nos próximos meses receber algo próximo a 15 milhões de euros por um garoto que nem mesmo atuou pelos profissionais - estamos falando de Vinícius Tobias, lateral-direito das categorias de base do clube e que está na mira de Bayern de Munique e Real Madrid.

No entanto, o Sport Club Internacional se precaveu e acertou com o atleta de 16 anos um contrato profissional com uma multa de 60 milhões de euros - algo próximo a R$ 359,4 milhões.

Vinícius Tobias se destacou no finalzinho do ano passado, quando defendeu a Seleção Brasileira no sub-15 na Copa Sul-Americana, disputada no Paraguai - torneio esse que o Brasil foi campeão após derrotar a Seleção da Argentina nos pênaltis. Foi justamente neste duelo que o garoto colorado cobiçou os agentes do "Velho Continente" com o gol marcado para o Brasil no tempo normal (o mesmo também viria a converter sua cobrança nas penalidades), no empate em 1 a 1.

Vinícius Tobias - lateral colorado - imagem: bolavip
Vinícius Tobias - lateral colorado - imagem: bolavip

Mas claro que não fora apenas o gol anotado pela seleção que chamou a atenção dos "olheiros" dos grandes clubes da Europa, Vinícius Tobias tem suas habilidades e um ímpeto ofensivo e com boas atuações no Sul-Americano Sub-15 disputado do Paraguai, a jovem estrela colorada cobiçou alguns clubes, como garante seu empresário - Augusto Nogueira, que admite maior visibilidade a partir de seu desempenho.

Mesmo com clubes não podendo negociar jogadores com menos de 18 anos, ou seja, menores de idade, alguns como os aqui já citados podem fechar negócio com o Inter (antes da pandemia o Bayern de Munique tinha um acordo praticamente acertado com o clube brasileiro para levá-lo para a Alemanha, no entanto, o Real Madrid se meteu no meio e ofereceu 15 milhões de euros pela jovem estrela do Inter), mas levá-lo somente daqui a dois anos, quando ele completar 18 anos. Vinícius Tobias assinou seu primeiro contrato profissional com o Internacional neste ano e o tempo deste tem validade por três temporadas.

Com Eduardo Coudet no comando do time principal, vários jovens foram levados ao grupo profissional, bem como os garotos Pedro Henrique, Bruno Praxedes, Peglow e Carlos Eduardo - além claro dos que já estava neste mesmo, como é o caso de Roberto e Johnny.