Principal nome do Grêmio há mais de uma temporada e constantemente especulado nos clubes europeus, o atacante Everton pode estar selando de vez sua ida ao futebol do Velho Continente. Isso porque, de acordo com informações do jornal italiano Gazzeta Dello Sport, o camisa 11 gremista é considerado a grande prioridade do Napoli, e o clube, de acordo com o diário, estaria preparando uma proposta oficial de 25 milhões de euros ( cerca de R$157,4 milhões na cotação atual).

Segundo o jornal, Everton é muito bem avaliado pela diretoria do time italiano, e seria considerado a melhor opção no mercado para substituir o atacante Callejon, que está ha sete temporadas no clube, e está em negociações avançadas com o Valencia, da Espanha.

Ainda de acordo com a publicação, Everton é um jogador que teve seu nome lembrado primeiramente pelo diretor de futebol do Napoli, Cristiano Giuntuloni. Seu estilo de jogo, tendo os dribles e a capacidade de improviso como principais características, encantam o dirigente, que acredita que o "Cebolinha" pode ter grande sucesso no futebol europeu.

Everton desperta novamente interesse do Napoli, da Itália. (Foto:Lucas Uebel/Divulgação)
Everton desperta novamente interesse do Napoli, da Itália. (Foto:Lucas Uebel/Divulgação)

Vale lembrar que o interesse do Napoli em Everton vem de longa data. Na última janela de transferências, o jogador teve seu nome ventilado no clube italiano, após ser um dos destaques da seleção brasileira na conquista da Copa América de 2019. Entretanto, após algumas sondagens, o valor pedido pela diretoria gremista foi considerado muito alto, e a negociação fracassou.

O que pode facilitar uma ida de Everton ao futebol europeu é a grande mudança do panorama do mercado. Atualmente, com a cotação do euro muito mais elevada em relação ao Real, e por isso, a pedida do Grêmio não deve ser tão alta quanto nas últimas oportunidades de negociação.

O contrato do Cebolinha com o Grêmio vai até o final de 2023. A multa rescisória para o exterior é de 120 milhões de euros, mais de R$ 755 milhões, na cotação atual.