A chegada do técnico argentino Jorge Sampaoli ao comando técnico do Atlético-MG trouxe muita expectativa ao torcedor do Galo. Mais do que resultados, a esperança é de que o clube mineiro volte a disputar os principais títulos da temporada, e para isso, a contratação de novos jogadores se torna essencial. E, depois da chegada do lateral-esquerdo Guilherme Arana, outro jogador está na pauta da diretoria e da comissão técnica do Galo: Trata-se do atacante Keno.

Atualmente no futebol dos Emirados Árabes, o jogador sempre despertou interesse de clubes brasileiros. Desta vez, o Atlético-MG é o interessado da vez, e com a ajuda de investidores, realizou sondagens com o Al-Jazira, atual clube do atleta, e com seu estafe, para saber sobre as possibilidades de viabilizar a negociação, além dos valores estabelecidos. Entretanto, a resposta foi de que, neste momento, nem o clube árabe e nem o estafe do jogador irão entrar em qualquer tratativa até que o futebol volte a sua normalidade.

Entretanto, um nome pode ser fundamental para que as negociações se concretizem: Alexandre Mattos. O atual executivo de futebol do Galo foi quem efetivou a ida de Keno ao Palmeiras em 2017, quando o jogador ainda vestia a camisa do Santa Cruz. O bom relacionamento do dirigente com o estafe do atleta pode ajudar nas negociações.

Keno é o novo desejo do Atlético-MG. (Foto:Divulgação)
Keno é o novo desejo do Atlético-MG. (Foto:Divulgação)

É válido considerar que, no momento, apenas Palmeiras e Flamengo teriam condições de pagar integralmente o salário de Keno no mercado brasileiro. O Atlético-MG, por outro lado, conta com um forte apoio do Banco BMG, patrocinador máster do clube. Equipes como Grêmio, e até mesmo Palmeiras e Flamengo, fizeram consultas pelo atleta, mas a negociação não caminhou. Com 30 anos, Keno pertence ao Pyramids, do Egito, mas está cedido por empréstimo ao Al Jazira, dos Emirados Árabes Unidos.