Após a cerimônia de posse nesta última segunda-feira, o presidente eleito do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá, se manifestou a respeito do interesse do clube em relação a Edílson, lateral do Grêmio.

"Claro que interessa, assim como todos esses que a imprensa está divulgando. A imprensa procura notícias e nós temos que dar notícias para alimentar esse público enorme. Prefiro não excluir nomes, para que assim possamos declinar os nossos valores tranquilamente", declarou ele.

Em contrapartida, Edílson preferiu o silêncio e evitou comentar a respeito das especulações que envolvem seu nome no clube celeste de Minas Gerais.

Edílson disse que ainda não recebeu nenhuma proposta vinda do Cruzeiro.

"O momento agora é para curtir as férias, esquecer um pouco o futebol e aproveitar a família sem pensar em nada. Não chegou nada para mim", disse o lateral gremista a Rádio Gaúcha em seu desembarque do Grêmio na capital gaúcha, nesta segunda-feira.

Com um ano e meio de contrato ainda com o "Tricolor Gaúcho", Edílson só sairá do Grêmio mediante o pagamento da "multa rescisória" ou através de uma negociação envolvendo os clubes.

Vale salientar que Edílson seria um plano "B" do Cruzeiro, que tenta a contratação do lateral-direita Rafinha, do Bayern de Munique, que interessa ainda a Flamengo e Palmeiras.

Edilson esse ano disputou 40 partidas com a camisa tricolor, sendo um dos principais líderes do grupo que sagrou-se "Campeão da Libertadores".