Pouco agitada nesta janela de transferências, a diretoria do Palmeiras já tem mais um nome em seu radar de especulações. Após anunciar a contratação de Matías Viña, outro lateral está sendo monitorado pela diretoria alviverde: Trata-se de Daniel Muñoz, do Atlético Nacional, da Colômbia. As atuações do jogador de 23 anos na Florida Cup agradaram a comissão técnica, e agora resta apenas o aval de Vanderlei Luxemburgo para que as tratativas iniciem.

Até o momento, o Palmeiras apenas realizou sondagens para saber as condições de uma eventual negociação com o clube colombiano. Por ser um dos principais atletas da equipe colombiana, a tendência é de que a negociação não seja fácil. De acordo com informações de setoristas do Palmeiras, o técnico Vanderlei Luxemburgo tem a convicção de que Mayke e Marcos Rocha não são opções suficientes para a lateral-direita, e por isso, estaria avalizando a possível contratação de mais um jogador para a função.

Nesta temporada, a política de contratações adotada pela diretoria do Palmeiras vem sendo muito mais tímida do que a habitual do clube nos últimos anos. Mesmo com a ajuda de alguns fortes patrocinadores, sendo a Crefisa o mais significativo, com forte aporte em contratações de jogadores, o clube paulista teve de controlar os gastos, tendo em vista os últimos balanços financeiros apresentados. Os seguidos déficits fizeram com que o clube tivesse a necessidade de vender alguns atletas para reequilibrar o orçamento.

A venda mais alta nesta janela de transferências foi a ida do meia Matheus Fernandes ao Barcelona, por cerca de 6 milhões de euros (R$28 milhões).