Cruzeiro aguarda clube chinês para acertar volta de Marcelo Moreno

Após acordo com o jogador, Cruzeiro espera agora liberação do clube chinês para concretizar a volta do atacante boliviano.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Muito pouco ativo no mercado pelas dificuldades financeiras, o Cruzeiro está negociando com um dos grandes nomes do clube nos últimos anos para ser a grande contratação do ano de 2020: Trata-se do atacante boliviano Marcelo Moreno. A diretoria da Raposa espera a resposta do Shijiazhuang Ever Bright, da China, para concretizar o retorno do seu atacante.

Após conversas iniciais na última semana, Cruzeiro e Marcelo Moreno encaminharam um acordo, principalmente nas questões salariais. De acordo com informações da imprensa mineira, o atacante chegou a um acordo com o clube, e terá vencimentos de cerca de R$150 mil no primeiro ano. Vale lembrar que este foi o teto salarial estabelecido pelo Cruzeiro no início desta temporada. Parte destes valores, inclusive com pagamento de metas e premiações, serão pagos pelo ex-gestor do futebol e conselheiro do clube, Pedro Lourenço.

Nos anos subsequentes, caso o Cruzeiro consiga o acesso à série A, o jogador terá seus vencimentos reajustados. Resta agora a liberação dos chineses, que conseguiram o acesso para a elite do futebol do país. A ideia do Cruzeiro é conseguir a liberação, mas Marcelo Moreno precisa saber do interesse do seu atual clube (empréstimo ou rescisão contratual). O atacante ainda tem dois anos de contrato no futebol chinês.

Marcelo Moreno pode estar retornando ao Cruzeiro. (Foto:Divulgação)
Marcelo Moreno pode estar retornando ao Cruzeiro. (Foto:Divulgação)

A expectativa é que haja uma resposta chinesa ainda nesta segunda-feira. Com isso, o Cruzeiro poderá acelerar os trâmites para acertar a contratação do jogador. Moreno segue treinando, mesmo com a paralisação das atividades do futebol chinês devido à epidemia do coronavírus.

Segundo o gestor de futebol do Cruzeiro, Carlos Ferreira Rocha, a vontade do jogador também é um ponto importante para que a volta seja concretizada:

"Ele quer estar com a gente, quer fazer parte dessa reconstrução. Estamos de braços abertos para ele nos ajudar nessa reconstrução." afirmou o dirigente em entrevista à rádio Itatiaia.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal