Com a confirmação de apenas um reforço nesta janela de transferências, e tendo o atacante Rony como prioridade, o Palmeiras observa outras possibilidades de mercado. Após a saída de Fernando Prass, a diretoria do Verdão busca mais um goleiro para o time, e entre alguns nomes avaliados pelo clube, um deles surge como o mais "fácil" de se negociar: Trata-se de Rafael, que busca sua liberação do Cruzeiro na justiça.

Insatisfeito após ter vários valores não recebidos por parte do Cruzeiro, o goleiro busca na justiça trabalhista a liberação após acordo pelo pagamento destes valores. A manobra é muito parecida com a que utilizou o meia Thiago Neves, que após acordo parcial, ficou livre no mercado e assinou contrato com o Grêmio. Caso haja este acordo, Rafael poderia se transferir para qualquer equipe sem nenhum custo, o que foi muito bem visto pelo Palmeiras.

Nenhuma negociação por parte de qualquer clube será feita antes da resolução da situação do jogador. Contatos iniciais foram feitos por parte de alguns dirigentes do Palmeiras ao staff do atleta, mas as tratativas do jogador com os clubes interessados devem começar apenas após o dia 14 de fevereiro, data da audiência que será realizada na 19ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte.

Rafael desperta interesse do Palmeiras. (Foto:Divulgação)
Rafael desperta interesse do Palmeiras. (Foto:Divulgação)

Além do Palmeiras, outro clube que está interessado no futebol de Rafael é o Atlético-MG. O maior rival do Cruzeiro busca opções para a posição, já que a situação clínica de Victor ainda levanta alguns questionamentos por parte da torcida. Além dele, Cleiton também está de saída; o jogador recebeu oferta do RB Bragantino e deve ser negociado por cerca de 5 milhões de euros (R$23 milhões).

Formado nas divisões de base do Cruzeiro, Rafael permaneceu no posto de primeiro reserva durante toda a carreira profissional, sempre à sombra de Fábio.