Entenda como Corinthians e Palmeiras trabalham com a negociação por Rony

Após mais de 20 dias de negociações, futuro do atacante do Athletico ainda não definido. Corinthians e Palmeiras disputam o atleta.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Uma das maiores novelas desta janela de transferências, o atacante Rony segue com seu futuro indefinido. Após recusar algumas ofertas de renovação por parte do Athletico, o atacante é objeto de desejo de Corinthians e Palmeiras, que brigam a todo momento para contar com o atleta para a temporada de 2020. Sendo assim, saiba como anda a negociação entre Rony, Corinthians e Palmeiras:

Tudo começou no dia 14 de janeiro, quando Rony foi avisado pela diretoria do Athletico que não viajaria com o restante do elenco para a realização de alguns amistosos na Argentina. O atacante passou a fazer, primeiro, atividades físicas no CT do Caju e depois integrou o time de Aspirantes, mas apenas para treinamentos. Os motivos? Uma discussão sobre os percentuais do atleta, uma renovação de contrato e um interesse do Corinthians.

Autorizado pelo Athletico, o Corinthians conversou com Rony e seu empresário, Hércules Júnior. A oferta do Timão seria de R$500 mil reais de salário e a oportunidade de voltar a trabalhar com o técnico Tiago Nunes, que foi responsável pela melhor fase de sua carreira. Após chegar a um acordo com o jogador, restava apenas a proposta oficial do Corinthians ser aceita pelo Athletico. Através de um intermediário, Luis Augusto Carvalho, o Piracicaba, que tem bom relacionamento com o presidente Mario Celso Petraglia e com Andres Sanchez, a intenção era pagar 6 milhões de euros (metade da multa), por 50% dos direitos do jogador.

Para buscar recursos, o Corinthians pediu ajuda para investidores e parceiros, sobretudo com o banco BMG, que já foi importante na contratação do meia Luan. Além disso, há a possibilidade de alguns jogadores do Timão serem envolvidos na negociação, e a própria diretoria corintiana já admitiu que fez contato com o jogador e seus agentes nas últimas semanas.

Rony segue em negociações com Corinthians e Palmeiras. (Foto:Divulgação)
Rony segue em negociações com Corinthians e Palmeiras. (Foto:Divulgação)

Pelo lado do Palmeiras, a ideia é fazer de Rony a melhor contratação do time de Vanderlei Luxemburgo. O próprio executivo de futebol do clube, Anderson Barros, esteve em Curitiba por duas oportunidades, com o objetivo de acertar a contratação de Rony.

O Palmeiras fez uma proposta de 6 milhões de euros, parcelado em 4 vezes - com o Athletico ainda abatendo parte da dívida do atacante Carlos Eduardo. A Rony, a proposta foi parecida com a do Corinthians: um salário de 500 mil reais, só que com luvas. Após isso, na última semana, o empresário do jogador, Hércules Junior esteve em São Paulo para trabalhar com o Palmeiras, e o Verdão aumentou a proposta para tentar concluir a operação; Luvas em torno dos 2 milhões e 500 mil reais e 10% dos direitos econômicos em uma futura venda. Além disso, um zagueiro, Pedrão seria envolvido na negociação.

O Athletico chegou a fazer uma proposta para renovar com o jogador. Rony recebe cerca de 200 mil reais, o salário passaria para 300 mil, porém sem luvas. O staff do atacante, pelo menos por enquanto, descarta prorrogar o vínculo com o clube.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal