Após diversas semanas de indefinições e negociações,o futuro do meia Bruno Guimarães foi definido. Nesta quinta-feira, o jogador de 22 anos foi oficialmente apresentado pelo Lyon, da França, e usará a camisa de número 39. Em seu comunicado oficial, o clube francês anunciou que pagou 20 milhões de euros (cerca de R$93 milhões) pelo atleta, que está com a seleção brasileira sub-23 na disputa do torneio pré-olímpico, que acontece na Colômbia. Por conta disso, ele só se apresenta ao Lyon no dia 11 de fevereiro.

Ainda segundo o clube francês, o Athletico ficou com 20% dos direitos do jogador para uma futura transferência. Bruno assinou contrato com o Lyon até a metade de 2024 e chega ao clube como titular e uma das principais contratações do clube nos últimos anos. O Lyon, do técnico Rudi Garcia, é o quinto colocado no Campeonato Francês, com 32 pontos em 21 jogos.

Bruno Guimarães foi adquirido pelo Lyon por 20 milhões de euros. (Foto: Reprodução)
Bruno Guimarães foi adquirido pelo Lyon por 20 milhões de euros. (Foto: Reprodução)

Bruno, de 22 anos, marcou dez gols em 105 partidas pelo Athletic, ajudando o Furacão a vencer a Copa Sulamericana em 2018 e a Copa do Brasil em 2019. Ele se tornará o 20º jogador brasileiro a representar o Lyon, seguindo os passos de Juninho Pernambucano, atual diretor de futebol do clube.

A contratação de Bruno Guimarães foi uma das principais "novelas" desta janela de transferências. Após o Atletico de Madrid adquirir a preferência de compra do atleta, a vontade dos espanhóis sempre foi o principal entrave nas negociações com outros clubes. Sem recursos suficientes para concretizar a compra do jogador, e com alto risco de descumprir o fair play financeiro, os colchoneros deram o aval e a negociação com o Lyon acabou se concretizando.