O interesse do Arsenal, da Inglaterra, no zagueiro espanhol Pablo Marí, fez com que o Flamengo fosse rápido no mercado e estivesse próximo de encaminhar a contratação de Léo Pereira, do Athletico. Após conseguir um acerto com o jogador, o rubro-negro agora trabalha com o clube paranaense para que a negociação seja concretizada o mais rápido possível.

A tendência é de que o Flamengo irá apenas selar a venda de Marí após efetuar a contratação de Léo Pereira. O clube carioca já tem acerto salarial com o jogador por um contrato de cinco anos com o defensor de 23 anos, mas este é apenas o primeiro passo. Agora, as tratativas com o Athletico são consideradas "difíceis" tendo em vista que o relacionamento entre os clubes nunca foi dos melhores.

Mesmo estando muito avançada, a negociação pela saída de Pablo Marí ao Arsenal ainda não é tratada internamente como definida. Um dos principais jogadores na conquista do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores da América, o zagueiro espanhol teria o desejo de rumar ao futebol inglês, pois entende que pode ser a grande oportunidade da sua carreira em se fixar entre os grandes do futebol do Velho Continente. A saída do espanhol deve render ao Flamengo cerca de 10 milhões de euros (R$46 milhões). Na metade de 2019, o rubro-negro desembolsou 4 milhões de euros (R$18 milhões) para tirar o jogador do Deportivo La Coruña, onde estava emprestado pelo Manchester City.

Léo Pereira é o desejo do Flamengo para repor a saída de Pablo Marí.
Léo Pereira é o desejo do Flamengo para repor a saída de Pablo Marí. (Foto:Divulgação)

Para tirar Léo Pereira do Athletico, o Flamengo deve desembolsar cerca de 6 milhões de euros (R$28 milhões), valor pedido pela diretoria do Furacão para vender 100% dos direitos econômicos.

O zagueiro é um sonho antigo do Flamengo, que tentou a sua contratação por três vezes na última temporada. Entretanto, todas as propostas foram recusadas pelo Athetico. Na terceira e última delas, o Flamengo oferecia 3,5 milhões de euros por "apenas" 50% dos direitos do jogador.

Titular absoluto na zaga, ele soma 124 jogos e oito gols pelo Furacão. O jogador estreou pelos profissionais em 2013 e também já defendeu, por empréstimo, Guaratinguetá, Náutico e Orlando City-EUA.