Após ter um 2019 vexatório, o meia Thiago Neves teve oficialmente, sua saída anunciada. Se pelo lado do Cruzeiro não houve nenhuma manifestação, o jogador teve sua rescisão de contrato anunciada no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF, e está livre no mercado para assinar com qualquer clube.

O acordo entre Thiago Neves e Cruzeiro foi selado de forma parcial na última terça-feira. O jogador chegou a um denominador comum com o clube mineiro na justiça do trabalho de Minas Gerais, resolvendo os trâmites suficientes para que o atleta possa ser contratado por qualquer outra equipe, e este foi o fator principal para que os torcedores do futebol brasileiro agitassem as redes sociais.

A sequência de Thiago Neves na Toca da Raposa já era descartada pela Raposa, não somente pela ação judicial, mas também por ele ser visto por torcedores como um dos principais responsáveis pelo rebaixamento do time à Série B do Campeonato Brasileiro.

Thiago Neves teve sua rescisão contratual oficializada na última terça-feira.
Thiago Neves teve sua rescisão contratual oficializada na última terça-feira.

Thiago Neves cobrou na justiça cerca de R$16 milhões, referentes ao atraso em pagamentos de salários e luvas, além de metas que foram estabelecidas em sua renovação de contrato, no início de 2019. Além disso, o Cruzeiro anexou ao processo o valor da rescisão contratual do jogador com o clube.

Thiago Neves chegou ao Cruzeiro em 2017, ganhou títulos da Copa do Brasil de 2017 e 2018, além do Campeonato Mineiro de 2018 e 2019. Além de ter participado da campanha desastrosa de 2019, que culminou com o rebaixamento da Raposa à Série B do Brasileirão. Foram 152 jogos vestindo a camisa do Cruzeiro nesses quase três anos de clube mineiro.