Cruzeiro chega ao limite para finalizar contratação de Éverton Felipe

Mesmo com negociação em estágio de avanço, questões salariais impedem que o anúncio oficial seja feito pelas duas equipes.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Em busca de reforços pontuais para a temporada de 2020, o Cruzeiro está ativo no mercado, e pode ter dias decisivos nas tratativas pelo meia Éverton Felipe, que pertence ao São Paulo mas não será aproveitado pelo técnico Fernando Diniz. Ao que tudo indica, a ida de Éverton Felipe ao time mineiro por empréstimo de uma temporada, mas alguns detalhes ainda travam a finalização do negócio.

A ideia da diretoria do Cruzeiro é contar com o jogador já nas primeiras rodadas do Campeonato Mineiro. Entretanto, para efetuar oficialmente a contratação do jogador, questões de divisão salarial precisam ser resolvidas, e a dificuldade financeira da Raposa é o ponto principal do entrave nas negociações.

Pelo meia, o Cruzeiro irá até o limite de seu orçamento. O clube joga as últimas cartadas e estuda realizar uma composição financeira ao São Paulo, algo que agrada aos paulistas. Tanto a parte do jogador como a do clube mineiro negociam os pontos que travam o negócio.

O diretor de futebol do Cruzeiro, Ocimar Bolicenho, se mostrou confiante em ter um acerto pelo jogador ainda nos próximos dias:

"Queremos que venha, estamos falando com o São Paulo. Assim, faltam pouco detalhes. As tratativas com o São Paulo não se acertaram, mas estão muito próximas de acontecer. Acredito que ele possa vir." disse o dirigente em entrevista à TV Horizonte.

Éverton Felipe est em negociações com o Cruzeiro por empréstimo. (Foto:Divulgação)
Éverton Felipe está em negociações com o Cruzeiro por empréstimo. (Foto:Divulgação)

Além disso, o dirigente cruzeirense detalhou a negociação do jogador, e disse que o São Paulo disponibilizou quatro nomes para empréstimo:

"O São Paulo nos colocou à disposição quatro nomes: escolhemos o Everton e o Tréllez. A negociação somando salários e a nossa participação era uma coisa bacana. Como o salário do Tréllez é o maior e ele saiu (da negociação), isso que está complicando a situação. Aquela participação do Cruzeiro, enquanto um, é muito caro. Por isso, a negociação emperrou. O Tréllez sempre disse que gostaria de tentar mostrar ao São Paulo que poderia ficar." disse o diretor de futebol cruzeirense.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal