Grêmio abre negociação pelo retorno de Giuliano

Com passagem pelo clube entre 2014 e 2016, meia de 29 anos desperta interesse, mas altos valores envolvidos podem dificultar um desfecho positivo.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Após não obter êxito na contratação do atacante Pedro, o Grêmio segue no mercado em busca de reforços de peso. Sendo assim, a diretoria gremista volta as suas atenções para um dos grandes jogadores do clube nos últimos anos: Trata-se do meia Giuliano, que atuou no clube entre os anos de 2014 e 2016.

Atualmente no All-Nasr, da Arábia Saudita, o meia de 29 anos desperta interesse do tricolor gaúcho. Em busca de alternativas para Jean Pyerre, que conviveu com lesões musculares no fim de 2019, o Grêmio vê com bons olhos um retorno de Giuliano, que tem grande identificação com o clube e com a torcida, mesmo sendo revelado pelo grande rival, o Internacional. Além disso, as saídas de Luan e Diego Tardelli, que faziam parte dos maiores vencimentos da folha salarial do clube, abrem espaço para um grande investimento.

Giuliano atuou pelo Grêmio entre os anos de 2014 e 2016. (Foto:Divulgação)
Giuliano atuou pelo Grêmio entre os anos de 2014 e 2016. (Foto:Divulgação)

Por atuar em um dos centros mais ricos do futebol mundial, a contratação de Giuliano requer um alto investimento, não apenas com o pagamento de salários, mas sim com a taxa de transferência. Atualmente, o jogador tem valor de mercado avaliado em 14 milhões de euros (R$59 milhões), e é titular absoluto de sua equipe, atuando em 86% das partidas na temporada como titular.

A grande passagem de Giuliano pelo Grêmio entre os anos de 2014 e 2016 fez com que o possível retorno do atleta contasse com grande aprovação popular. Foram 108 jogos pelo clube gaúcho, com 18 gols marcados. Nesta temporada, o meia atuou em 17 jogos, tendo 6 gols e 6 assistências. Além do Grêmio, o Corinthians sondou a situação do jogador nas últimas semanas, mas recuou nas negociações após tomar conhecimento dos salários recebidos pelo jogador.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal