Em processo de reformulação para o ano de 2020 com a chegada de Dorival Júnior, o Athletico está bastante ativo no mercado. Após anunciar oficialmente a chegada do atacante Carlos Eduardo por empréstimo, o Furacão também trata de possíveis saídas, e os olhos do futebol europeu estão voltados para a grande revelação do clube em 2019: Bruno Guimarães.

De acordo com informações do jornal A Bola, de Portugal, o Benfica teve sua proposta de 20 milhões de euros (cerca de R$90 milhões) recusada. Segundo o diário, o Athletico considerou a proposta muito baixa, e entende que as outras equipes interessadas no meia de 22 anos possam oferecer propostas melhores. A postura oficial do Athletico, de acordo com o presidente do clube, Mário Celso Petraglia, é de não aceitar qualquer proposta menor do que 30 milhões de euros ( aproximadamente R$136 milhões).

Bruno Guimarães é alvo do Benfica nesta janela de transferências. (Foto:Divulgação)
Bruno Guimarães é alvo do Benfica nesta janela de transferências. (Foto:Divulgação)

Os Encarnados pensaram, inicialmente, na tentativa de convencer o Furacão, em deixar uma porcentagem dos direitos do atleta pertencendo ao clube brasileiro, mas o valor ainda é o fator primordial na negociação. A publicação afirma que, por isso, 5 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões na cotação atual) devem ser adicionados em caso de cumprimento de metas na oferta dos portugueses. De acordo com a imprensa portuguesa, há otimismo por parte do Benfica de que a negociação se concretize, e um possível vínculo do clube com o meia seria de um contrato até a metade de 2025.

Bruno Guimarães chegou ao Athletico Paranaense em 2017, mas obteve maior espaço no time titular com a chegada de Tiago Nunes, no ano seguinte. Junto com o treinador, conquistou títulos importantes como a Copa Sul-Americana e a Copa do Brasil.