Grande desejo do Vasco da Gama para a temporada de 2020, o zagueiro Dedé caminha cada vez mais para um retorno ao clube carioca. Com a caótica situação financeira do Cruzeiro, o jogador é mais um da extensa lista de atletas negociáveis do clube, e despertou interesse de diversos dos principais clubes do futebol brasileiro.

O Vasco conta com a vontade do jogador para sair na frente nas negociações. Mesmo com os altos salários estipulados no atual contrato com o Cruzeiro, o atleta aceitaria uma redução considerável de salário para trocar de clube. De acordo com informações de alguns setoristas do clube carioca, Dedé teria um salário cerca de 60% menor do que tem atualmente no Cruzeiro.

A preferência da Raposa é por uma transferência em definitivo para o exterior, mas fora uma sondagem de um clube da primeira divisão chinesa, não há perspectivas concretas para que isso aconteça.

Dedé está próximo de um retorno ao Vasco da Gama. (Foto:Divulgação)
Dedé está próximo de um retorno ao Vasco da Gama. (Foto:Divulgação)

O empresário de Dedé, Ubiratan Cardoso, se reunirá com a diretoria cruzeirense na próxima terça-feira. Na mesa estará a possibilidade de um empréstimo ao clube de São Januário com as duas equipes dividindo o salário. Uma das dificuldades na negociação é a dívida que o clube mineiro tem com o jogador. Também por isso, os encontros entre os agentes do jogador e os novos dirigentes do Cruzeiro devem ser bastante frequentes nos próximos dias, para tentar um acordo, seja no parcelamento da dívida ou até mesmo em uma redução da mesma.

Rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro busca uma redução drástica de sua folha salarial de quase 10 milhões de Reais e Dedé, com vencimentos em torno de 700 mil mensais, é peça chave neste processo.