Fora dos planos do "Peixe" em 2019, após desentendimento com Jorge Sampaoli, Christian Cueva deve estar presente na reapresentação do elenco santista para 2020, marcada para 8 de janeiro, próxima quarta-feira.

Sem receber nenhuma proposta de compra ou ofertas por empréstimo, de clubes como Rosario Central (ARG) e Emelec (EQU) que tinham a intenção de contar com atleta nesta temporada, as mesmas não agradaram por causa da intenção de pagar a menor parte do salário de R$ 600 mil por mês ao atleta, algo que desgostou a direção do Santos.

Diante desse cenário, o "Peixe" acha melhor deixar o técnico Jesualdo Ferreira avaliar o peruano nos treinamentos. O camisa 8 está emprestado pelo Krasnodar (RUS) até o fim de janeiro e há cláusula de compra obrigatória por R$ 26 milhões em três parcelas anuais.

O primeiro ano de Cueva no Santos foi uma decepção. O jogador só entrou em campo 16 vezes, não fez gol ou deu assistência, cometeu erros disciplinares e terminou a temporada afastado pelo ex-treinador Jorge Sampaoli.

Cueva - jogador do Santos.
Cueva - jogador do Santos.

"Tenho que fazer um mea culpa de erros cometidos. Isso atrasa um pouco de ir adiante. São detalhes e agora é pensar no que vem no próximo ano e estar preparado. Quero voltar a me sentir importante, depois as coisas voltam ao lugar. No Santos ou não, quero ser feliz. Tenho vontade de jogar o futebol e cumprirei o contrato se o Santos quiser. Eu tive vontade de jogar, mas esse tema pessoal impediu muitas coisas", explicou Cueva, em entrevista recente.