Mesmo com as festas de final de ano (Natal e Révellion), o Corinthians não deixou de adiantar o planejamento para 2020. O clube que entre os participantes da próxima edição da Libertadores mais contratou até o momento, resolveu pendências e evoluiu nas tratativas em quatro frentes, apesar das pausas. A expectativa é de que até o fim desta semana mais dois reforços sejam feitos de maneira oficial.

O caso mais próximo de ser oficializado é o de Victor Cantillo. O contrato foi enviado ao atleta para assinatura e o Corinthians espera a devolutiva na manhã dessa quinta. O vínculo do volante colombiano de 26 anos será válido por quatro temporadas.

Outro que está no "só falta assinar", é Sidcley. Entre as partes está tudo resolvido. A pendência é com a OTB - empresa que agencia o lateral esquerdo, mas logo deve ser superada. As pessoas envolvidas no negócio não acreditam que a situação se estenda além de sexta-feira. Sidcley chegará por empréstimo junto ao Dínamo de Kiev até o fim da temporada

Andrés Sanches - presidente do Corinthians.
Andrés Sanches - presidente do Corinthians.

Mas não é só de chegada que vive o dia-a-dia do Corinthians, Clayson tem tudo para ser reforço do Bahia pelas próximas três temporadas. A negociação foi praticamente acertada no dia 30 e parou por causa da virada do ano. Nesta quinta, o assunto será retomado e, provavelmente, terá a venda definida por parte do clube paulista.

Outro caso semelhante é o de Sornoza. O meio-campista equatoriano está no seu país natal e na sexta-feira terá de voltar ao Brasil antes de embarcar de vez para o Equador e fechar com a LDU. O Corinthians já aceitou as condições da oferta de empréstimo e apenas aguarda a resolução a ser feita entre atleta e LDU.

Paralelo aos quatro casos acima citada, o mais complicado até aqui é do atacante Michael - que pertence ao Goiás e que deve dar mais dor de cabeça. O Goiás tem uma proposta do Timão na mesa e está endurecendo. O sentimento no clube do Parque São Jorge é um misto de otimismo e cautela. A única certeza é que as conversas ainda não estão próximas de terem um final.